• 2ª Formação Secretários-Técnicos

    2ª Formação Secretários-Técnicos

Próximos Jogos & Resultados Recentes
2017-10-16 21:09:12

Cartão Branco - Mário de Almeida

Um grande exemplo de boa prática e de fair-play na modalidade!

 

"Lisboa, 6 de Fevereiro de 2017,


No passado dia 15 de Janeiro de 2017, pelas 20h realizou-se no Pavilhão do Alto do Moinho no Seixal, o jogo do Campeonato Nacional da Segunda Divisão entre o clube da casa, o Clube Cultural e Recreativo do Alto do Moinho (CCRAM) e a equipa B do Clube Carnaxide Cultura e Desporto (CCCD B).


As duas equipas que se encontram a disputar o topo da tabela da 2ª Divisão tiveram David Nunes como árbitro do encontro.
No decorrer do jogo o resultado esteve sempre bastante equilibrado, tendo a partida estado várias vezes empatada ou com a vantagem de apenas um ou dois golos para uma das equipas.


Já a segunda parte ia a meio quando, num ataque do CCCD B, é feito um passe demasiado longo para um dos atletas que se encontrava a atacar. A bola rapidamente se aproximava da linha lateral e um dos atletas do CCCD B, Tomás Lourenço, correu para a impedir a saída, na tentativa de a manter em jogo.


Quando estava prestes a alcançar a bola, o posicionamento do árbitro David Nunes, que involuntariamente se encontrava na linha de trajetória da bola, impediu a corrida de Tomás Lourenço que parou para não embater no árbitro.


A bola passou as linhas e foi assinalada bola fora para o CCCD B, ou seja, posse de bola para o CCRAM. A reposição da bola foi feita e chegou às mãos do atleta Samuel Pesca do CCRAM. Neste momento, o treinador do CCRAM, Mário de Almeida, grita de fora de campo para que o seu atleta atirasse a bola para fora das linhas propositadamente, para que pudesse seguir posse de bola do CCCD B.
O atleta Samuel Pesca assim fez e a posse de bola foi concedida à equipa do CCCD B. Neste momento, os presentes (jogadores, treinadores, equipa técnica e público) aplaudiram o gesto honeste e altruísta, do treinador Mário de Almeida e da equipa do CCRAM.


Apesar de nesta competição (Campeonato Nacional da 2ª Divisão) não estar em vigor a atribuição do cartão branco, a direção da Federação Portuguesa de Corfebol, informada da situação por um secretário técnico do jogo e após confirmar a veracidade da ocorrência, consigna a atitude do treinador como digna de um reconhecimento público e exemplo a seguir por todos os atletas, técnicos e demais envolventes na modalidade."

Sobre a FPC

O Corfebol existe em Portugal desde 1982 e conta com cerca de 1000 atletas federados. Conta agora com 12 clubes inscritos, havendo maior predominância de atletas na zona de Lisboa. Sendo o Corfebol Português reconhecido internacionalmente, as nossas seleções nacionais têm conseguidos excelentes resultados nas competições internacionais, em todos os escalões. Atualmente, os maiores clubes são Núcleo de Corfebol de Benfica, Clube Carnaxide Cultura e Desporto, Clube de Corfebol de Oeiras, Club Internacional de Foot-ball, Clube Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos, Korfball Lisbon Project, Grupo Desportivo dos Bons Dias e Clube Cultural e Recreativo do Alto do Moinho.

Parceiros Institucionais